terça-feira, 25 de maio de 2010

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DA ANTICA OSTERIA MARINO - OSSOBUCO ALLA MILANESE COM RAGU ATUSCANADO E SUPERTOSCANO DOGAJOLO.

Olá pessoal! Tudo bem?

Pois é gente hoje a Antica Osteria faz 1 aninho de vida! Foram receitas, vinhos, estórias, dicas de viagens e bons novos amigos conquistados nesse ano. Pude nesse espaço dividir com todos vocês minhas experiências enogastronômicas e ajudar a uma parcela específica do as amantes da culinária italiana.

Bom escolhi um prato mais aristocrático oriundo do norte da Itália; e para melhor harmonizar melhor com o vinho de sangiovese que ganhei de meu irmão no meu próprio aniversário;dei uma "atuscanada" nele.

 Entonces batizei de "Ossobuco alla milanese com ragu atuscanado".

Como já mencionei o osssobuco é um prato típico Lombardo onde a carne é feita pelo método tradicional e servido ao molho de tomate puro ornado com o risotto de açafrão (risotto alla milanese) virando assim o prato inteiro como "ossobuco alla milanese". 

Como somos filhos de Deus abram uma garrafa de vinho branco gelado, sirva-se de uma taça e faça um belo caldo de legumes com cenoura, cebolas, salsão, pimentas malagueta inteira e preta em grãos, pedaços feios que vieram no pacote de funghi secchi, louro, tomilho, cravo e tudo o que vier na cabeça. Não coloco nada de carne ou ossos porquê creio que o ossobuco já tem um aroma forte e não queria que tudo ficasse com o mesmo gosto. Salpimentei a gosto os ossobucos e os amarrei para não de desmancharem e passei ambos os lados na farinha de trigo peneirada. Numa panela funda de fundo grosso dourei os ossobucos em azeite extravirgem; depois adicionei 1 cebola, 1 talo de aipo e uma cenoura picados microscopicamente e dei um choque térmico até perfumarem o ambiente. Finalizei com uma taça generosa de vinho branco á temperatura ambiente, completei com caldo de legumes e botei para cozinhar até a carne ficar bem tenra. Nesse momento retirei os ossobucos e guardei numa travessa e parti parao ragu. Acrescentei no caldo meu molho de tomates fresco:10 tomates maduros e perfeitos  previamente batidos no liquidificador e peneirados; deixando-os apurar com uma colher de chá de extrato de tomate. Até aí é o tradicional ossobuco alla milanese, porém eu o atuscanei acrescentando  legumes como cenoura em rodela; salsão picado, abobrinha italiana, cogumelos variados e ervas aromáticas com um tico de hortelã. Faltando alguns instantes para finalizar o molho coloquei os ossibuchi para esquentar no forno e botei o vinho tinto para respirar na mesa. Ragu pronto corrigi só agora com sal e pimenta,salsinha picada e desamarrei as carnes. Servi sobre uma cama de risotto  e derramei com o molho  de tomate.

Tomei com um belo vinho que me impressionou um supertoscano de 80% de sangiovese e algo em torno de 20% de cabernet feito na região de  Chianti Clássico pelos enólogos Giovanni C. Sacchet  Antonio M. Zaccheo; que tinham como missão se fazer um vinho tinto moderno dentro da apelação clássica. De coloração rubi intensa; o Dogajolo Toscano Rosso IGT 2005 (Vini  Carpineto) apresentava ao olfato ameixas madura e especiarias como cravo e pimenta. Na boca mostrou-se bem jovem e frutado com bastante cereja, baunilha, café, nota balsâmica e floral. Muito macio e arredondado com uma acidez viva que harmonizava muito bem com a docura da fruta e gordura do prato. Ficou divino e adorei o rótulo que mostra todas as estações da Toscana com folhas e frutos de diversas tonalidades.

Bem gente, era o que eu tinha para hoje e obrigado por me visitarem neste ano. Como o post ficou cumprido demais, a receita e estória do risotto alla milanese vai ficar pra outro dia.

"Sono molto ringrato a tutti gli italiani che me hanno acompagnato e aiutato con le sue ricette e consigli in questa piccola giornata "


Abbracci a tutti!

Um comentário: